Mulher de Mugabe vende leite de fazenda confiscada da Nestlé


A mulher do presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, assumiu o controle de pelo menos seis das melhores fazendas que pertenciam a proprietários brancos e vende até 1 milhão de litros de leite à multinacional suíça Nestlé, informou neste domingo o The Sunday Telegraph.
Mugabe, sua mulher, Grace, e outros personagens ligados ao governo, estão sujeitos às sanções da União Europeia (UE) e dos Estados Unidos contra seu governo, mas a Nestlé não está vinculada por essas sanções, pois tem sede na Suíça.
No entanto, o diário indica que a Suíça adotou também medidas contra pessoas próximas a Mugabe, incluindo sua mulher, e acrescenta que essas medidas proíbem colocar recursos à disposição, direta ou indiretamente, das mesmas.
A própria Nestlé reconheceu que recebe cerca de 6,5 mil litros de leite por entrega, o que equivale a cerca de 1 milhão de litros ao ano. Um porta-voz da multinacional disse ao jornal que, no final do ano passado, a Nestlé esteve operando em um mercado no qual oito dos 16 fornecedores contratados tinham quebrado.
"Em consequência disso, no início de 2009, a empresa começou a comprar leite no mercado a diversos fornecedores, mas sem mediação de nenhum contrato, e, em alguns casos, o leite era da Gushungo Dairy Estate (uma das fazendas em questão)", disse o porta-voz.
Share on Google Plus

Sobre Paulo Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment