Em ano eleitoral, pacote geraria gasto de R$ 30 bi na Câmara


O interesse eleitoral dos parlamentares transformou a Câmara dos Deputados em um caldeirão de pressões para aprovar medidas de apelo popular. Caso todos os projetos da fila sejam aprovados na busca de votos, o aumento nos gastos públicos pode chegar a R$ 30 bilhões. As informações são do jornal O Globo.
O chamado ¿pacote de bondades¿ inclui propostas que vão desde a redução da jornada de trabalho das atuais 44 horas para 40 horas semanais à licença-maternidade obrigatória de seis meses, além de alterações nos reajustes dados a aposentados e ao salário mínimo em janeiro deste ano. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva inaugurou a leva de bondades com as medidas provisórias editadas para fixar o valor do salário mínimo e dos benefícios dos aposentados. Com valores acima dos previstos pela equipe econômica, as duas totalizam gastos de R$ 16,5 bilhões em 2010.
Share on Google Plus

Sobre Paulo Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment