INDÍGENAS VÃO TER ACESSO À INTERNET


Cinco aldeias indígenas do Amazonas vão ter acesso à internet no início deste mês. O investimento previsto é de R$ 800 mil. Os primeiros centros a serem beneficiados ficam nas aldeias de Ponta Alegre, em Barreirinha (AM), Marajaí, em Alvarães (AM); Campo Alegre, em São Paulo de Olivença (AM), Belém do Solimões, em Tabatinga (AM) e Gapenú, em Autazes (AM). Segundo a Secretaria de Estado para os Povos Indígenas (Seind), a meta é atender cerca de 2,5 mil jovens indígenas. “Os jovens terão a oportunidade de acessar um computador e de receber a capacitação para o seu manuseio. Eles vão poder usar toda a tecnologia para adquirir e divulgar conhecimento.” Disse Jecinaldo Barbosa Sateré, secretário de Estado para os Povos Indígenas (Seind). Para implementar o acesso à internet, a Seind criou uma gerência específica para atender os índios urbanizados. “Não é só inclusão digital que os indígenas querem. Todos precisam de acesso ao saneamento básico, cuidados com a violência, atenção social, saúde e moradia”, pontuou Jecinaldo.
Share on Google Plus

Sobre Paulo Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment