Michael Jackson acreditava ter poder para curar crianças


O jornal inglês "The Sun", que publicou uma matéria de capa nesta sexta-feira dizendo que o popstar era obcecado por Adolf Hitler. Além disso, ele achava que Madonna o invejava e ainda que se considerada um enviado de Deus à Terra, com capacidade de curar crianças doentes. A coluna "Page Six", do conceituado jornal "New York Post", publicou a mesma notícia na edição de hoje, mostrando que as fontes são quentes.
* Tais revelações foram feitas ao rabino e amigo pessoal de Michael, Shmuley Boteach, que gravou mais de 30 horas de conversas entre os dois. "Hitler era um orador genial... Para fazer com que tantas pessoas mudassem e odiassem outras, ele teve ter sido um showman", teria falado Michael. Ele também acreditava que, se pudesse ter uma hora com o ditador, conseguiria transformá-lo em uma pessoa melhor, já que nínguém é mau completamente.
* Quando questionado se há inveja no showbizz, Michael teria respondido: "Com certeza. 'M' – Madonna - é uma dessas". O relacionamento dele com as crianças é um capítulo à parte: "As crianças me banham de amor... As mães pegam os bebês e colocam nos braços, dizendo 'por favor, toque meu filho, o abrace’".
Share on Google Plus

Sobre Paulo Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment