Caso Popó: Estão envolvidos no crime quatro PMs e um policial civil


A Justiça decretou a prisão temporária de cinco policiais envolvidos no assassinato do ex-presidiário Moisés Magalhães Pinheiro, 28 anos, mesmo homicídio em que o campeão mundial de boxe Acelino Freitas, o Popó, foi interrogado. Quatro PMs e um agente da Polícia Civil tiveram as prisões decretadas pela juíza Mariana Teixeira Lopes, que atuava no plantão judiciário do Tribunal de Justiça da Bahia (TJB).
O pedido foi feito pelo corregedor geral da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o delegado Nelson Gaspar Álvares Pires Neto, no dia 13 deste mês. O promotor público Luiz Augusto de Santana deu parecer favorável à prisão temporária e a juíza Mariana Lopes decretou. Os nomes dos policiais não foram revelados porque a decisão segue sob segredo de Justiça. “O incidente deve seguir em segredo de Justiça”, determinou a juíza.
Share on Google Plus

Sobre Paulo Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment