Milionário comete suicídio no tribunal tomando veneno após ouvir sua condenação

As pessoas na sala do tribunal ficaram horrorizadas após um homem tomar veneno e cometer suicídio depois de ouvir a condenação por queimar sua mansão no valor de R$ 7 milhões.

Michael Marin, 53, foi considerado culpado de incendiar sua própria casa e foi julgado no Maricopa County Court Superior. Ele não encarou bem a sentença e, discretamente, engoliu algumas pílulas, possivelmente de alguma substância altamente tóxica, escondidas em suas mãos.

No vídeo é possível observar todo seu comportamento na sala do júri. Após engolir as supostas pílulas, Michael entrou em estado convulsivo. As tentativas de socorrê-lo foram inúteis. Michael foi oficialmente declarado morto pouco tempo depois pelo Hospital Phoenix, no Arizona, EUA.

Quando o julgamento começou, Michael já sabia que poderia ser condenado a 16 anos de cadeia. Em um ato de desespero no dia 5 de julho de 2009, ele colocou fogo em sua mansão após não conseguir vendê-la em um leilão beneficente.

O corpo de bombeiros declarou que o incêndio foi proposital após encontrar vários vestígios. Sua mansão era ocupada por outros moradores e atear fogo em uma residência com habitantes, mesmo que nenhum deles tenha se ferido, é considerado assassinato de segundo grau no estado do Arizona.

Share on Google Plus

Sobre portal da feira

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment