Monique do BBB 12 negou estupro em depoimento à polícia


A gaúcha Monique Amin, 23, negou ter sido estuprada por Daniel Echaniz, 31, no “Big Brother Brasil 12″. Em depoimento à polícia, os dois disseram que houve consentimento. Ela afirmou que estava consciente durante a troca de carícias e que não houve penetração. Cada um foi ouvido por cerca de uma hora e meia. Monique estava acompanhada de quatro advogados; Daniel estava sozinho.
O delegado Antônio Ricardo, do 32º DP, Taquara, zona oeste do Rio, deu entrevista coletiva sobre o caso nesta terça-feira (17). ”Eles confirmaram que se tocaram debaixo dos cobertores, com consentimento dos dois. Mas, se precisar, vamos ouvi-los novamente”, disse o delegado, que não descartou uma acareação. Monique não quis fazer o exame de corpo de delito. O delegado disse que pretende seguir investigando se Daniel molestou Monique enquanto ela dormia. “A linha de invetigação é se ela estava inconsciente”, explicou o delegado. Calcinha, edredom e sunga foram recolhidos pela polícia. O delegado pretende agora analisar o material, além do vídeo e dos depoimentos. “Não posso fazer uma análise agora para não tomar uma decisão precipitada”, disse. Por ora, o delegado descartou a prisão de Daniel. “Não vamos falar em prisão agora.”
Share on Google Plus

Sobre Paulo Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment