Saiba tudo sobre o viagra






                 O Viagra® é um dos medicamentos mais conhecidos de todos os tempos: 
 O Google lista mais de 17 milhões de web pages que usam a palavra "viagra". Para comparar, são listadas apenas 3,3 milhões de páginas contendo a palavra "aspirina" e só 936 mil contendo a palavra "Tylenol"; 
 
Bilhões de mensagens de e-mail anunciam o Viagra todos os dias. Há tanto "spam" sobre o Viagra que, na verdade, a Pfizer - fabricante do Viagra - tem uma página falando do problema, chamada "Evite Viagra falso: sobre os spams", exibida com destaque em Viagra.com;

A Pfizer gasta incontáveis milhões de dólares anunciando o Viagra, tanto que o medicamento é constantemente anunciado na TV; 
Citrato de sildenafila é um fármaco que é vendido sob os nomes de Viagra (usado no tratamento da disfunção eréctil no homem – impotência sexual) e Revatio (usado no tratamento da hipertensão arterial pulmonar). No caso do viagra, tem a apresentação de um diamantena cor azul niágara.
Medicamento pioneiro na moderna terapêutica da disfunção eréctil masculina, foi sintetizado originalmente pelo Laboratório Farmacêutico Pfizer.  Seus principais concorrentes no mercado de medicamentos para o tratamento da disfunção erétil são a tadalafila (Cialis) e a vardenafila (Levitra, Vivanza). O sildenafila foi sintetizada por um grupo de farmacêuticos que trabalhavam nas pesquisas do grupo Pfizer, nos Estados Unidos. Primeiramente foi estudada para o uso em hipertensão (alta pressão sanguínea) e angina (uma forma de doença cardiovascular isquêmica). As primeiras impressões sugeriram que a droga tinha um pequeno efeito sobre a angina, mas que podia induzir fortemente ereções penianas. A Pfizer conseqüentemente decidiu comercializá-la como tratamento para a disfunção erétil, ao invés de tratamento para a angina.

Como o Viagra age
Parte do processo fisiológico da ereção envolve o sistema nervoso parassimpático causando a liberação de óxido nítrico (NO) no corpo cavernoso do pênis. O NO se liga aos receptores da enzima guanilato ciclase o que resulta em níveis aumentados de guanosina monofosfato cíclico (GMPc), induzindo a musculatura lisa do corpo cavernoso ao relaxamento (causando vasodilatação), resultando num influxo maior de sangue, que é a causa da ereção.

O sildenafila é um potente inibidor seletivo da fosfodiesterase tipo 5 específica do GMPc (PDE5), que é responsável pela degradação do GMPc no corpo cavernoso do pênis. A estrutura molecular do sildenafila é semelhante à do GMPc e atua como um agente competitivo de ligação da PDE5 no corpo cavernoso, resultando em mais GMPc disponível e, graças à vasodilatação que o GMPc disponível gera, ereções melhores. Sem o estímulo sexual, e conseqüentemente deficiência da ativação do sistema NO/GMPc, o sildenafila não causa ereção. Outros medicamentos que funcionam através deste mesmo mecanismo incluem a tadalafila (Cialis®) e a vardenafila. 


Efeitos colaterais
 * Se a erecção durar mais de 4 horas contínuas, pode surgir priapismo (uma condição dolorosa que, sem tratamento médico imediato, pode levar a danos irreversíveis.)
 * Torna mais provável o enfarte do miocárdio e o AVC
 * Dores de cabeça
 * Palpitações
 * Distúrbios visuais
 * Arritmias cardíacas


• Contra-indicações
As contra-indicações incluem:
* Quando administrado junto com medicamentos que doem óxido nítrico, nitritos e nitratos orgânicos, como a nitroglicerina (trinitrato de glicerina), nitroprussiato de sódio, nitrito de amila
 
* Em homens para os quais a relação sexual não é recomendável devido aos fatores de risco cardiovascular
 
* Insuficiência hepática severa (função do fígado diminuída)

* Insuficiência renal severa

* Hipotensão (baixa pressão sanguínea)

* Pessoas que sofreram um AVC recentemente ou ataque cardíaco.
Explicando detalhadamente "como funciona"
* um homem toma um Viagra; 
* o citrato de sildenafil entra na corrente sangüínea e circula por seu corpo; 
* o citrato de sildenafil se encaixa na enzima PDE5 no pênis e desativa a maior parte dela; 
* quando este homem fica sexualmente excitado, o cérebro envia um mensagem para as células NANC em seu pênis, que produzem óxido nítrico; 
* o óxido nítrico cria cGMP, que começa a relaxar as artérias no pênis; 
* como a PDE5 foi desativada, a cGMP no pênis não é quebrada. Pelo contrário, se acumula e permite que as artérias penianas fiquem dilatadas; 
* o pênis infla com sangue e o homem tem uma ereção completa. 
Share on Google Plus

Sobre Paulo Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment