Africanos desistem de comprar camisinhas chinesas por elas serem pequenas demais


Empolgados com o precinho, os africanos estavam dispostos a comprar da China cerca de 11 milhões de preservativos. Mas a pechincha contava com uma mensagem subliminar: não era só o valor que era miudinho. Em poucas palavras, seria bilau demais para proteção de menos.
O Ministério das Finanças já estava com tudo encaminhado para que a empresa asiática Phoenurse fornecesse camisinhas para o país. Foi quando a companhia rival Sekunjalo Investments revelou o pequeno detalhe. Com fama de desfavorecidos, os chineses conseguiriam poupar no material, oferecendo preços abaixo dos da concorrência.
A África do Sul é o país do mundo com maior número de infecções por HIV. Cerca de 5,38 milhões de seus 50 milhões de habitantes são portadores do vírus.
Share on Google Plus

Sobre Paulo Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment