Pai suspeito de engravidar a filha sete vezes é preso no interior do Maranhão


Um homem de 54 anos foi preso nesta quarta-feira (9) em Pinheiro, no interior do Maranhão, pela suspeita de manter em cárcere privado uma filha de 29 anos, com quem teve outros sete filhos-netos. A detenção ocorreu depois de uma denúncia anônima.
O caso estava sendo investigado pela Polícia Civil há dois meses. Os abusos ocorreram no povoado Experimenta, que fica na zona rural da cidade. Segundo a polícia, o homem é suspeito de abusar da própria filha desde que ela tinha 12 anos.
O lavrador também é suspeito de estuprar duas filhas-netas – uma de seis e outra de oito anos. De acordo com a apuração da TV Pericunã, da Rede Record, as meninas foram encaminhadas para o hospital Materno-Infantil de Pinheiros.
As crianças estavam desde a manhã desta quarta-feira no local para fazer exames que comprovem o estupro. Não há previsão para conclusão do laudo.
Em declaração à reportagem, o suspeito disse que não sabia que era crime manter relações sexuais com a própria família. O caso está sendo apurado pela Delegacia da Mulher de Pinheiro.