PRIVADAS EM PROCURADORIA CUSTAVAM R$ 23 MIL


A Procuradoria-Geral do Trabalho do Distrito Federal recomeçará as obras de sua nova sede após o Tribunal de Contas da União (TCU) determinar que o orçamento de R$ 130 milhões seja reduzido em 20%. Com isto, o custo final das intervenções será menos aviltante, uma vez que apenas os sanitários que comporiam os banheiros foram orçados em R$ 23 mil cada. O equipamento tem válvulas e, de acordo com o catálogo da empresa MHA Engenharia, que o fabrica, custa oficialmente R$ 8,6 mil. Todos eles foram substituídos por outros mais “humildes” que saem, cada um, a R$ 4,7 mil somando o custo e o lucro da empresa. Outros 15 equipamentos foram substituídos para o novo orçamento.
Share on Google Plus

Sobre Paulo Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment