Empresário que teria doado a Yeda é achado morto em hotel


O empresário gaúcho Nestor Mähler, 56 anos, ex-presidente da fumageira Alliance One, foi encontrado morto em um hotel de Itumbiara (GO), nesta quarta-feira. O corpo de Mähler foi localizado por um funcionário na sacada do primeiro andar do hotel. A deputada federal Luciana Genro (Psol-RS) disse, nesta manhã que a morte do empresário é uma "coincidência macabra" - a empresa teria doado R$ 200 mil à campanha da governadora Yeda Crusius (PSDB).
O corpo do ex-assessor foi encontrado no lago Paranoá, próximo à ponte Juscelino Kubitschek. De acordo com os Bombeiros, o carro de Cavalcante foi localizado por parentes dois dias antes, próximo à ponte. Mähler, que estava na cidade há cerca de um mês, hospedou-se em um quarto do 8º andar. A hipótese da polícia é que tenha sido um acidente. O corpo, levado de avião para o Rio Grande do Sul, foi sepultado nesta quinta-feira, no município de Santa Cruz do Sul.
Share on Google Plus

Sobre Paulo Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment