Britânica faz estoque de 1.000 lâmpadas proibidas para 'ler até morrer"


Uma pensionista britânica estocou mais de 1.000 lâmpadas incandescentes, que tiveram a venda proibida em países europeus, para poder 'ler até o fim da vida'. Valerie Hemsley-Flint, de 62 anos, gastou mais de 500 libras (mais de R$ 1,5 mil) de sua pensão estocando as lâmpadas de 100 watts do modelo antigo, de acordo com reportagem do jornal "Daily Mail".

Desde 1º de setembro, países europeus foram banidos de produzir ou importar lâmpadas incandescentes e lojas podem vender apenas as econômicas, que precisam de 20 a 23 watts para gerar a mesma quantidade de luz. Mas Valerie diz que a luz delas não é boa para ler e dispara sua epilepsia. A moradora de Sittingbourne calculou quantos anos ainda deve viver e comprou a quantidade de lâmpadas que julga suficientes para ler até morrer.
Share on Google Plus

Sobre Paulo Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment