Neto de Sarney vendia também seguros a servidores do Senado

A empresa do neto do presidente do Senado José Sarney (PMDB-AP) também atuou na venda de seguro de vida para servidores da instituição, além de intermediar empréstimos consignados a funcionários da Casa, segundo reportagem do jornal O Estado de S.Paulo desta terça-feira. A Sarcris Consultoria, de José Adriano Sarney, faria as vendas em parceria com o Grupo MBM empresa sediada no Rio Grande do Sul com negócios na área de seguros e previdência privada.
De acordo com o jornal, o gerente do escritório da MBM em Brasília, Roberto Toledo, confirmou a parceria informal com a Sarcris. Segundo Toledo, quando o servidor fazia o empréstimo, a Sacris oferecia a ele fazer também o seguro da MBM. A estratégia seria aproveitar a oferta de empréstimos consignados para vender também seguro de vida. Ele negou, no entanto, que fosse feita venda casada, o que é proibido por lei.
Segundo o Estado, José Adriano negou que a Sarcris tenha operado no setor. Um dos sócios da Sarcris, Christian Hrdina, não quis falar sobre a atuação da empresa na área de seguros.
Reportagem do jornal O Estado de S. Paulo da última quinta-feira apontou que a consultoria de José Adriano teria recebido autorização de seis bancos, sendo o principal o HSBC, para intermediar os empréstimos de servidores do Senado com desconto em folha. Ontem, Sarney enviou uma nota aos colegas, na qual nega ter favorecido o neto em sua atuação no Congresso.
Share on Google Plus

Sobre Paulo Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment